Como Ganhar Renda Extra Trabalhando de Casa em 2019

jul 1, 2019 | Empreendedorismo Online | 0 Comentários

Com o custo de vida cada vez mais caro no Brasil, encontrar formas de ganhar dinheiro extra tem se tornado algo cada vez mais desejado. Se você está com o orçamento apertado no momento, as principais atitudes a serem tomadas de imediato são o corte de gastos e a busca de outras alternativas de renda.

Esse artigo é útil tanto para quem está desempregado e precisa de uma fonte de renda tanto para quem já exerce alguma atividade mas ainda deseja fazer um dinheiro extra no tempo livre.

Vamos te mostrar abaixo as melhores opções para ganhar dinheiro em casa pela internet. Todas comprovadas e atualmente usadas por milhares de pessoas que vivem de renda da internet.

Criar um Jogo

Apesar de parecer algo complexo no início, criar um jogo tem sido uma realidade cada vez maior para diversas pessoas que decidem transformar suas paixões por games em renda de verdade.

Atualmente, existem muitos cursos na internet que facilitam muito a vida dos fazedores de jogos de primeira viagem, como o Danki Code, o qual já analisamos e recomendamos para todos que querem iniciar com o pé direito nessa profissão que já tem permitido milhares de pessoas a ganharem suas rendas extras dentro de casa.

Para conseguir criar um jogo funcional que esteja apto a ser publicado na play store e app store, por exemplo, você precisará passar pelas seguintes fases:

  • Concepção
  • Modelo de Negócio
  • Estratégia de Marketing
  • Desenvolvimento
  • Testes
  • Lançamento

Algo importante de ser lembrado é que, para realmente ganhar dinheiro e fazer renda extra com seu jogo, você precisará encará-lo como um produto, dando atenção para questões de marketing, planejamento financeiro e estratégias de negócio. Se apegar somente ao desenvolvimento do jogo em si é o maior erro que os desenvolvedores iniciantes cometem.

Caso você tenha se interessado por essa opção, recomendamos o Guia Sobre como Criar um Jogo Lucrativo que fizemos especialmente para quem está iniciando e precisa estruturar um planejamento para tirar um jogo do papel. Esse guia aborda todos os pontos das fases que citamos acima, além de indicar as melhores práticas, usadas por quem desenvolve games que geram renda de verdade.

 Montar um e-commerce

Essa é uma das formas mais antigas e mais populares de ganhar dinheiro na internet. O e-commerce revolucionou o mercado e hoje é responsável por trazer mais retorno financeiro do lojas físicas em muitos casos. Mas não se engane, para conseguir um resultado satisfatório, é preciso ficar atento aos custos e não se deixar enganar pelas facilidades de iniciar um negócio na internet com baixo investimento. Apesar da internet permitir com que você economize com aluguel, funcionários de atendimento, etc…. é preciso levar em conta que outros custos entrarão em cena, como otimização e manutenção do site, marketing digital, logística e fretes.

Por ser um modelo de negócio super popular, a concorrência tem sido cada vez mais alta, o que dificulta a entrada de novas lojas. A melhor forma de se sair bem nesse caso é apostar em negócios de nicho. No início, quando seu negócio ainda for pequeno, quanto mais segmentado melhor, ou seja, você deve apostar em um público alvo muito específico. Porque eu digo isso? Porque essa é a melhor forma de se diferenciar dos grandes e-commerces atualmente, o grande ponto fraco dos grandes é justamente a impossibilidade de prestar um serviço / experiência super personalizada para seu cliente. Não dá para simplesmente montar um negócio genérico e sair concorrendo com a Amazon, não é mesmo?

Oferecer serviços como freelancer

É cada vez mais comum a busca por serviços específicos na internet, no formato freelancer. Isso tem aberto uma enorme oportunidade para quem tem alguma habilidade e consegue usá-la para resolver algum problema. A quantidade de tipos de serviço que você pode prestar nesse formato é praticamente infinita, por isso nem vale a pena ficar citando todas as possibilidades aqui.

Nesse exato momento, existem vários sites com milhares de demandas a serem solucionados, todas oferecendo dinheiro para qualquer pessoa com habilidade e motivação suficiente para resolver o problema. Seguem alguns deles:

Workana
99Freelas
20Pila
Freelancer

Nesse caso a dica é: anote em um pedaço de papel quais as coisas em que você faz bem, selecione aquelas que podem ser feitas à distância (estamos avaliando oportunidades de ganhar dinheiro em casa, certo?) e procure em algum site de serviços freelancer se existe alguma demanda requerendo algumas dessas habilidades suas. Se existir, feito! Você já pode começar a enviar cotações e se oferecer para realizar os serviços. Se não existir, você precisará aprender alguma habilidade que esteja sendo requisitada. Nesse caso, vale a pena procurar nesses sites quais os serviços com maior procura e ir atrás do conhecimento necessário para resolvê-los. Hoje existe muito conhecimento disponível e, com certa dedicação, é possível aprender muita coisa de graça na internet.

 Vender produtos digitais

Modelo que cresceu exponencialmente nos últimos 5 anos. Um produto digital não é nada mais do que um material produzido no computador, em que geralmente se usa a internet como meio de transação, permitindo a venda e a compra desses produtos. Nesse caso, o maior valor a ser entregue por esses produtos é o conhecimento, como o conhecimento é basicamente a moeda do século XXI, as oportunidade para comercializar esse produtos são intermináveis.

Apesar do mercado ter atraído muitos interessados nos últimos tempos, a internet tem a beleza de ser totalmente livre e democrática, permitindo com que produtos ruins sejam rapidamente desmascarados e punidos pelo mercado. Portanto, só se aventure nessa modalidade se você tiver algo realmente de qualidade para entregar, que faça uma real diferença na vida dos consumidores. Caso contrário, você estará fadado ao fracasso, pois consumidores insatisfeitos são muito eficientes em derrubar a sua reputação de forma viral e devastadora, simplesmente dizendo para outras pessoas que eles já compraram seu produto e não gostaram.

Dentre os principais produtos digitais, temos:

Ebooks, Cursos, Manuais
Serviços de assinatura
Podcasts
Sites de membros
Apostilas de Concurso
Músicas
Ringtones
Relatórios, Pesquisas de Mercado
Softwares e serviços online (inclusive SaaS)
Aplicativos para celular
Screencasts
Videoaulas
Palestras
Filmes
Templates
Códigos fonte, Scripts
Imagens
Fotos
Ícones
CD-keys (e qualquer outro tipo de Código Serial)
Revistas digitalizada
Trabalhos e Artigos

Mas você ainda pode estar perguntando: “Tá e se criar o meu produto, como vou vendê-lo?” Se você quiser se concentrar em ser apenas um produtos, não se preocupe, para resolver esse problema das vendas existe plataformas como o hotmart, que te permite disponibilizar seu produto para literalmente milhares de pessoas vendê-lo em troca de alguma comissão que você esteja disposto à oferecer. Ou seja, se você precisa dar tração nas vendas do seu produto e não sabe muito bem como fazer, basta utilizar ferramentas como o hotmart oferecer parte do lucro de seu produto como recompensa para que pessoas especializadas em venda online façam o trabalho.

 Trabalhar como afiliado de bons produtos

Já aproveitando o assunto de produtos digitais que falamos acima, trataremos agora do outro lado: Pessoas que ao invés de criar produtos digitais, preferem atuar como vendedores de produtos digitais que já existem, esses são os famosos Afiliados Digitais.
Esse mercado é tão amplo que existem até subcategorias de afiliados, as principais são:

Afiliado de Autoridade

Nesse caso, você deve se tornar influenciador em algum assunto, gerando conteúdo e engajando cada vez mais seguidores. Quando você tiver uma boa fonte de tráfego para as suas redes sociais, seu blog ou qualquer outra ferramenta que você utilize, você poderá indicar produtos de produtores que você confia, dessa forma, sempre que alguém realizar uma compra, você ganhará parte do dinheiro da venda.

Afiliado Investidor

Nesse caso, você não precisa possuir uma base de tráfego nas suas redes sociais ou site/blog, não precisa nem mostrar sua cara, inclusive. Tudo que você fará é estudar muito as plataformas que permitem a compra de anúncios na internet. Então você deverá fazer uma análise de quais produtos possuem maior demanda e testar se vale a pena pagar anúncios para vender esse produto. A partir daí, será necessário um trabalho de otimização em busca do ponto de equilíbrio entre o valor que você está investindo para anunciar esses produtos e do valor de receita que eles estão gerando, de forma a encontrar um retorno sobre o investimento (ROI) sustentável para você. Atualmente, a partir de R$10,00 já é possível criar anúncios patrocinados no facebook/instagram.

Criar conteúdo para sites

Essa forma de ganhar dinheiro é ideal para quem gosta de escrever e é muito bom em algum assunto específico. Pode ser qualquer assunto, o seu trabalho aqui será identificar algum nicho e se especializar em produzir conteúdo específico para esse fim. Você poderá, então, vender esse conteúdo para grandes sites que precisam engajar seus seguidores e precisam de materiais como o seu.

Nesse caso, o mais difícil para você não será produzir o conteúdo em si, já que você escreverá algo que entende bem, certo? O mais trabalhoso nesse caso será encontrar clientes dispostos a comprar seus conteúdos, para isso, existem algumas estratégias:

1 – Navegar em sites que você gosta e procurar por oportunidades, entrando em contato com os administradores para entender se eles estão precisando engajar algum tipo de nicho no qual você tenha capacidade de influenciar com seus conteúdos.

2 – Acessar sites de freelance e buscar por demandas de criação de conteúdo

3 – Manter atividade constante em sua rede do LinkedIn, oferecendo algum pequeno conteúdo gratuito e deixando claro para suas conexões que você atua no ramo para a venda de conteúdos mais especializados.

Fazer um Blog

Para fazer um blog, a primeira coisa que você precisa definir é o seu nicho, ou seja, o assunto que você quer escrever. Para ter consistência no longo prazo, é muito importante que você um assunto que realmente goste, pois escrever sobre algo do seu interesse vai servir como um combustível para sua motivação quando o blog ainda não tiver gerando dinheiro. Digo isso porque ganhar dinheiro com blog é demorado, você não vai conseguir dinheiro rápido dessa forma, pois esse é um negócio um pouco mais demorado que os outros dessa lista.

Apesar de algumas pessoas já terem alguma paixão por determinado assunto e já conseguirem definir o nicho do blog de forma rápida, muitas outras que estão lendo esse artigo podem não saber o que escolher.
Para essas pessoas, seguem alguns exemplos de assuntos que podem ser explorados: receitas, esportes, música, historias pessoas, humor, família, guia para iniciante de qualquer coisa, política, estilo de vida, e muitos outros temas. Lembrando que dentro de cada tema existe um sub-nicho e dentro destes podem existir ainda mais ramificações.

Se eu escolher escrever sobre Jardinagem, por exemplo, eu teria a opção de me especializar em determinada espécie de planta, como “tudo sobre orquídeas” ou então “blog sobre jardinagem de bonsai”. A quantidade de assuntos que podemos trabalhar é literalmente infinita.
Depois dessa primeira parte, você precisará colocar a mão na massa para que o blog entre no ar. Aqui os principais pontos a serem definidos são:

Comprar Domínio (o endereço do seu site)

o Domínio é a URL principal do seu site, você deve procurar um que esteja disponível em sites como o registro.br e comprá-lo para que você consiga apontá-lo para o seu servidor de hospedagem.

 

Contratar uma plataforma de hospedagem

Existem várias plataformas que revendem hospedagem de sites: Godaddy, Locaweb, Hostgator, KingHost e muitas outras. Geralmente, é possível contratar o serviço de hospedagem e o domínio juntos. Muitas plataformas inclusive oferecem um domínio grátis caso você contrate um ano de hospedagem para seu site pela primeira vez.

Instalar alguma ferramenta de gerenciamento de site (CMS)

Existem várias, tais como WordPress, Squarespace, Joomla, Drupal, Wix, Tumblr, Ghost, weebly, TypePad, Magento (focado em ecommerce), etc.
De todas essas opções, o WordPress é o mais popular, além de gratuito, possui uma infinidade de temas e plugins (pagos e gratuitos) que agregam uma flexibilidade enorme ao seu projeto, permitindo que seja feito literalmente qualquer tipo de site.

Opção Alternativa e Gratuita

Caso você não tenha dinheiro para gastar com um blog ou pretende começar com um blog mais simples, existe a opção de fazer tudo gratuitamente. Acessa ferramentas como o Blogger e Medium que permitem a criação totalmente grátis do seu blog, basta criar uma conta e começar a escrever seus textos. A desvantagem nesse caso é que você não conseguirá colocar anúncios e vender espaços de publicidade.

Ganhando Dinheiro

Ainda não falamos da parte mais importante, que é como ganhar dinheiro com Blog. Antes de tudo, se preocupe em gerar tráfego, pois qualquer forma de ganhar dinheiro vai depender disso antes de tudo. Assim que seu blog conseguir um tráfego estável e constante de pessoas, você poderá uma dentre as seguintes formas de monetização:

  • Venda de espaços de publicidade

  • Venda de Infoprodutos

  • Marketing de afiliados

  • Consultoria (já que você se tornará uma referência no seu nicho)

Fazer um canal no Youtube

O youtube despensa apresentações, atualmente com mais de um bilhão de usuários cadastrados, ele já compete com grandes emissoras de TV e conquista novos usuários num ritmo acelerado enquanto a TV tradicional sofre estagnação.
Qualquer que for seu público-alvo, em algum momento ele estará no youtube, isso abre uma grande oportunidade para ganhar dinheiro extra na internet, através de um simples canal de vídeos.
Criar uma conta no youtube é tão fácil quanto criar um e-mail, depois da conta criada é que o trabalho começa, você precisará se dedicar com consistência como em qualquer outra profissão se quiser montar um canal que gere renda.

Uma verdade precisa ser dita: a grande maioria dos canais feitos no youtube morrem, isso acontece porque poucas pessoas são resilientes o suficiente para insistir no canal por tempo suficiente para colher os seus primeiros frutos. No início, qualquer canal terá grande dificuldade de crescimento, pois não é fácil entregar um conteúdo de qualidade logo no início, você terá que começar aos poucos e ir aprendendo com seus próprios erros, fazendo ajustes consistentes em seus vídeos até que eles fiquem realmente bons e comecem de fato a atrair muitos seguidores. Seu foco no início precisar ser no Feedback do seu público, dessa forma você conseguirá enxergar as falhas de seu canal e te permitirá ir melhorando de forma contínua.

As formas mais comuns de ganhar dinheiro com o Youtube são:

  • Receita de Anúncios

  • Clube de Canais

  • Estande de Produtos

  • Super Chat

  • Receita do Youtube Premium

Assim que você conseguir um ritmo legal de visualizadores dos seus vídeos, já pode começar a monetizar isso, das formas citadas, fazer receita com anúncios é a mais simples e popular de ganhar dinheiro com seus vídeos, basta se inscrever no Programa de Parceiros do Youtube.
Para se cadastrar no programa você precisará ter um canal já consolidado, cumprindo alguns pré-requisitos definidos pelo Google, que você pode conferir aqui.

Revender Produtos

Com a explosão do e-commerce, muitas lojas grandes começaram a abrir seus produtos para revendas. Esse modelo, no geral trabalha com comissões, onde o revendedor recebe uma porcentagem do valor do produto vendido. Para quem não tem muita experiência com internet, existem as lojas que permitem a criação de um site personalizado com dentro da própria plataforma deles como a Magazine Luiza e a Polishop. Nesses casos, basta fazer seu cadastro e escolher os produtos que sua loja já estará no ar em poucos minutos. A partir daí, seu trabalho será divulgar sua loja, para isso, a melhor estratégia para que não tem muito o que investir é gerar conteúdo.

Quando o objetivo é revender produtos, a melhor estratégia de geração de conteúdos atualmente são os reviews: pequenos resumos das funcionalidades de um produto ou serviço. Hoje é super comum se fazer uma busca do google antes de comprar qualquer produto, por isso a demanda por reviews tem sido cada vez maior.

Ao fazer reviews dos produtos de sua loja, mostrando uma opinião autentica e informal, você entregara valor aos consumidores e aumentará muito suas chances de conversão, pois entregar valor dessa forma antes da pessoa comprar o produto é um dos gatilhos mais importantes do marketing digital. Essa é sem duvida a melhor estratégia para quem quer revender produtos investindo pouco dinheiro.
Nesses modelos, é comum que sua comissão aumente na medida em que seu volume de vendas também aumenta, isso funciona como um incentivo para que você atinja patamares cada vez maiores de volume de venda. Na prática, vai ser difícil no começo, mas na medida que você fechar as primeiras vendas, a dificuldade tende a diminuir e ganhar cada vez mais dinheiro já será uma realidade.

Vender Fotos / Imagens

Se você tem uma boa câmera e gosta de fotos, essa oportunidade pode ser a ideal para seu perfil. O mercado digital tem uma demanda gigante por imagens, todos os dias, milhares de banners, sites, artigos, infográficos, cartazes, convites, são criados. Todos esses materiais precisam de imagens de alguma forma ou outra, como ficaria muito caro contratar, modelos, fotógrafo, estúdio, etc, para produzir uma única imagem, sugiram os sites especializados em banco de imagens prontas para variados contextos, ambientes e necessidades de uso.

Esses bancos de imagens são a melhor ferramenta de agências de criação e de profissionais de design, pois eles disponibilizam imagens de alta qualidade a um baixo custo. E a melhor parte dessa historia que você pode participar desse mercado vendendo suas fotos para esses bancos.

As melhores empresas para você vender suas fotos são:

Adobe Stock
Shutterstock
Dreamstime
Freedigitalphotos

Mas não se engane pensando que vai ganhar dinheiro fácil com esse modelo de negócio. Ao acessar esses sites, você verá que para conseguir vender suas fotos, será preciso ter um portfólio de altíssima qualidade, tanto conceitual quanto técnica. Por isso, se você nunca tirou fotos ou trabalhou nesse setor antes, vale a pena investir primeiro em um bom curso de fotografia.

E quanto aos valores, vai depender totalmente da qualidade do seu portfólio, pois sua renda dependerá da quantidade de cópias das suas fotos que forem vendidas. Quanto mais sua foto chamar a atenção e quanto mais sua foto for útil para aplicações de design, mais demanda ela terá e maior será seu lucro. Por isso, vale a pena investir um tempo procurando qual tipo de imagens os designers precisam mais e quais estão em falta. Para quem está começando e não consegue concorrer com a enorme quantidade de fotos disponíveis para os temas mais genéricos, a melhore estratégia é investir em nichos. Se você procurar agora por foto de médico, por exemplo, haverá muitas disponíveis. Mas se você procurar por medica mulher de idade, num ambiente ligado a tecnologia, será que existira muitas fotos também? Nesse caso, basta procurar por nichos não atendidos e produzir fotos em cima disso, ponderando também para não produzir nada tão especifico que não tenha nenhuma demanda.

Dar aulas particulares

Uma das profissões tradicionais que se adotam muito bem ao mercado digital é a de professor. Se você acredita que tem algo a ensinar e se sente confortável com isso, nada melhor do que oferecer aulas particulares para ganhar dinheiro extra em casa.
Com a competição crescente do mercado, que tem se tornado cada vez mais especializado, muitas pessoas buscam conhecimentos para se atualizarem, nas mais diversas áreas. Nesse cenário, as aulas online ganham grande destaque, pois são fáceis, praticas, baratas e mais confortáveis. Claro que ainda existem os benefícios da aula presencial que proporciona um contato mais próximo e a criação de laços mais fortes entre professores e colegas, mas isso é muito pouco quando comparado aos inúmeros benefícios das aulas online.

As matérias mais comum que você pode ensinar na internet são:

  • Idiomas

  • Reforço Escolar

  • Curso preparatorio para vestibular

  • Artes

  • Musica

  • Culinaria

  • Finanças

Dentro de cada uma dessas matérias, é possível encontrar diversas subcategorias, e se especializar naquela que mais te identifica ou que tem maior procura.

Mas como conseguir seus primeiros alunos? Existem várias formas, seguem as principais:

  • Divulgar seus serviços no boca a boca

  • Essa é sem dúvida a que da mais resultado para quem esta começando, o boca a boca tem o poder de carregar a indicação de alguém que te conhece e ja validou sua qualidade, isso tem um valor enorme para as pessoas.

  • Fazer um blog sobre a matéria que você ensina

  • Aqui, a estratégia é gerar conteúdo gratuito com um gostinho daquilo que você pode ensinar. Esse conteúdo terá a função de atrair pessoas interessadas no tema que você ensina, todas com grande potencial de virarem seus futuros alunos

  • Anúncios pagos na internet

  • Se você tem algum dinheiro para investir, vale a pena criar alguns anúncios pagos no facebook, Instagram e youtube. É possível começar investindo com muito pouco, mas nesse caso você precisara de algum conhecimento para conseguir gerenciar bem esses anúncios de forma garantir que eles darão retorno. Dependendo, vale a pena buscar um freelancer ou agencia para fazer isso por você.

  • Criar um canal no Youtube

  • O princípio aqui é o mesmo de fazer um blog, o canal servirá como sua porta de entrada para atrair potenciais novos alunos para conhecer seus alunos. Para isso, você precisara produzir alguns videos oferecendo conteúdo grátis.

Os valores que você, pode ganhar com essa modalidade dependerá bastante. Vale a pena fazer uma pequena sondagem no mercado para entender quanto outros professores estão cobrando por hora e, a partir daí, calcular qual o valor/hora é ideal para você.

Trabalhar com Dropshipping

Esse mercado está quentíssimo, é uma das áreas em alta no mercado digital nos últimos meses. O termo dropshipping nada mais é do que revender produtos de forma que todo o serviço de entrega e estoque fique por conta de outra empresa. Nessa modalidade, você constrói uma loja online, com sua marca e identidade visual, escolhe os produtos que irá vender e utiliza tecnologia de integração para que esses produtos sejam encomendados com o endereço dos clientes (de forma automática) na loja que de fato fornece e envia o produto físico.

O Dropshipping é uma forma de ganhar dinheiro ideal para quem tem pouco dinheiro para investir, pois devido a não necessidade de fazer estoque, você pode começar com custo quase zero, pagando apenas pelas encomendas que de fato foram realizadas.

A quantidade de dinheiro que você pode ganhar com dropshipping e totalmente variável, vai depender exclusivamente da sua margem de lucro e do volume de produtos que você consegue vender. Imagine, por exemplo, que você encontre uma capinha de celular, de um fornecedor da china, por R$ 5. Se você vender ela por R$ 20 aqui no Brasil, e calculou que além do custo do produto (R$ 5) você gasta mais R$ 5 com marketing e manutenção da loja para cada capinha vendida.  No final você teve um lucro de R$ 10 por capinha vendida. O valor de venda dependerá exclusivamente de você, seu desafio será encontrar um equilíbrio saudável entre margem de lucro e volume de venda.

 Traduzir textos

Com a popularização dos tradutores online, essa forma de ganhar dinheiro pode acabar parecendo defasada e inadequada. Mas ainda existem alguns motivos que fazem a tradução humana de textos preferível e necessárias em alguns casos. Alguns materiais que geralmente demandam tradução são: artigos, sites, livros, transcrição de videos.
Se você domina muito bem algum segundo idioma, ainda e possível encontrar algumas oportunidade para ganhar renda extra traduzindo textos.

O melhor site para você encontrar demandas de tradução é o OneHourTranslation. Esse sem dúvidas é o mais confiável, além de ser o mais popular, nele você pode ser pago por até U$ 0,09 para cada palavra traduzida. Dessa forma, um texto de 1.00 palavras, o que é considerado pequeno, pode render até U$ 90 por ser traduzido. Você pode encontrar demandas por esse serviço em qualquer outro site de freelancers, conforme citado acima no modelo freelancer.

Trabalhar com social midia

Olhe em volta do seu bairro, anote todos os comércios que encontrar e faça a seguinte pergunta: quantos deles possuem perfil nas redes sociais? Será que eles estão trabalhando esses perfis da melhor forma?
Com a evolução digital, é quase mandatário que qualquer comercia tenha uma atuação razoável nas redes sociais se quiser ter uma boa reputação perante os clientes. Isso abre uma grande oportunidade para quem tem habilidades em trabalhar com essas redes, pois a maioria das pequenas empresas não tem uma pessoa especializada cuidando de suas redes.
A melhor estratégia para você começar nessa área e stalkear os comerciantes da sua região e ir conversar com eles, oferecendo seu serviço. Dependendo do caso, vale a pena oferecer um período grátis de gestão, e mostrar durante esse período um relatório com todas as melhorias que você conseguiu fazer e quais ainda estão por vir, de forma a conseguir negociar um contrato mais atraente para você.

Trabalhar com SEO

O trabalho de SEO tem sido cada vez mais importante com o aumenta da concorrência de sites da internet. SEO significa Search Engine Optimization, essa técnica nada mais é do que um compilado de boas praticas que buscam posicionar algum determinado site na primeira página do google (ou de qualquer outro mecanismo de busca) para alguns termos específicos.

Atualmente, o google tem levado em consideração as informações de GPS para exibir resultados mais personalizados para a localização geográfica da pessoa que faz a busca. Isso abriu uma janela de oportunidade para se fazer renda extra trabalhando com posicionamento de pequenos sites locais. Para começar, faça uma lista de quais comércios na sua cidade possuem site, pesquise esses sites, avalie o trafego deles e gere algum relatório de oportunidade para apresentar  ao proprietário, junto com sua proposta comercial de prestação de serviço.

Existem diversas ferramentas que analisam as métricas de sites na internet, como a SEMRush, o Ahrefs e o MOZ. O problema é que para ter acesso a todos os recursos será preciso pagar uma assinatura mensal, mas vale muito a pena para quem trabalha com SEO pois as análise que essas ferramentas possibilitam são essenciais para a otimização do trabalho de SEO.
 

Além disso, é possível ganhar dinheiro usando a técnica de SEO para rangera seu próprio site na primeira página do google. Nesse caso, você pode casar essa técnica com as dicas sobre fazer seu próprio blog que citamos acima

Editar vídeos

Com a explosão do youtube, aumenta cada vez mais a demanda por editores de vídeos, já que a maioria dos produtores terceirizam esse serviço. Se você já trabalhou com algum editor de vídeos e tem experiência nessa área, encontrar pessoas dispostas a pagar pelo seu serviço não será difícil.

Se você não possui experiência mas esta disposta a aprender, existem milhares de materiais gratuitos na internet, além de cursos específicos para esse fim, que te darão uma visão muito mais detalhada e direcionada para seu objetivo. O próprio youtube oferece um curso gratuito.

Quanto aos editores, existem diversas opções, o próprio youtube disponibiliza um editor online gratuito. Para começar, os editores gratuitos podem dar conta dos videos mais simples, mas na medida em que você conseguir pegar projetos mais avançados, vale a pena conferir alguns editores pagos. Segue a lista dos editores mais populares:

  • Windows movie maker

  • Sony Vegas pro

  • Camtasia Studio

  • Wondershare Filmora

  • iMovie

Trabalhar com design digital

Lembra que na sessão sobre Vender Fotos falamos do mercado de materiais digitais de divulgação? Pois então, todos os materiais usados, sites, banners, ebooks, anúncios gráficos, artigos, etc, necessitam de algum trabalho de design para ficarem visualmente agradáveis para as pessoas.

Você pode trabalhar com design na modalidade de freelancer, procurando e oferencendo serviços no sites especializado, ou então na modalidade agencia / autônomo, fazendo a prospecção comercial de potenciais clientes no LinkedIn e na sua própria cidade (indicação boca a boca é o mais eficiente nesse caso).

Caso você seja criativo e consiga realizar artes que chamem atenção do publico, existem vários sites que podem comprá-las para fazer canecas, quadros, almofadas e muitos outros produtos. Seguem alguns deles:

Urban Arts

Society

All Posters

Zazzle

Nesse caso, sua remuneração será variável por comissão, os valores podem variar dependendo do site, então vale a pena entrar em cada um deles e verificar as regras.<>Se você for mais técnico e conseguir criar elementos vetoriais úteis para projetos digitais, você poderá vendê-los nos seguintes sites:

GraphicRiver

VideoHive

ThemeForest

Envato

3DOcean

Aqui os valores também variam por comissão, quanto mais populares os seus materiais se tornarem, mais você ganhará.

Especializar-se em gestão de anúncios no Facebook / Instagram / Google

Essa é uma habilidade altamente demandada nos últimos anos. O marketing digital explodiu no Brasil e literalmente todas as grandes / médias empresas tiveram que migrar parte de seus orçamentos para essa vertente. Diversas agencias surgiram para atender esse mercado e a carência de profissionais qualificados ainda é alta, muitos agencias inclusive tem contratado pessoas de outras áreas como engenharia e ciência exatas para aprenderem essa nova profissão, já que essa modalidade é inteiramente orientada à dados e análises. Para trabalhar nesse ramo, você precisará ter uma forte competência analítica, pois estará trabalhando diretamente com investimento vs retorno.

Fazer anúncios nas redes sociais pode parecer simples, mas se você entrar nas ferramentas do google ads e facebook adstringências vai perceber que as opções são inúmeras e a complexidade é altíssima, pois para cada anúncios existe segmentação de públicos, estratégias de lance no leilão, formatos de anúncios, dispositivos, segmentação geográfica e muitos outras opções a serem avaliadas.

Atualmente existem vários cursos na internet que dão introdução a esse tema, mas a melhor forma de aprender é pondo a mão na massa, começando pequeno e ir escalando aos poucos. Para ganhar dinheiro extra em casa com esse trabalho, você poderá atuar como freelancer, profissional autônomo ou fazendo seus próprios anúncios para vender produtos do seu site (combinando algum dos outros métodos desse artigo).

Não confunda esse negócio com gestão de mídias sociais, a gestão de anúncios pagos é muito mais técnica e envolve análise constante de métricas relacionadas ao investimento realizado. Seu trabalho será trabalhar com os números de forma a otimizar o ROI (retorno sobre investimento) das campanhas.

A remuneração nesse caso vai depender de como você estruturar seu serviço, se estiver gerenciando campanhas para outro pessoa, você pode cobrar um valor fixo mensal, porcentagem do valor investido ou ainda um valor variável em cima da performance de vendas. Existem várias formas de compor uma remuneração nesse sentido, inclusive misturando renda fixa mais variável. Se estiver fazendo mídias pagas para seu próprio negócio, você precisará incorporar os custos desses anúncios nos seus produtos / serviços e avaliar se o retorno final está sendo satisfatório.

Revender Hospedagem de Sites

Se você é mais apegado aos aspectos técnicos da internet, pode ser que goste dessa opção para ganhar renda extra online. Basicamente, para revender hospedagem de site você precisará de algum conhecimento básico de HTML e saber o que significa os termos FTP e DNS. Entrar nesse mercado é muito fácil, só que essa facilidade acaba trazendo muita concorrência, então seu desafio será se destacar, seja pelo atendimento ou pelo seu conteúdo de qualidade. A vantagem dessa opção é que você terá acessado a uma estrutura já estabelecida além de acesso a um avançado suporte, dependendo da empresa fornecedora em que você escolher ser revendedor. Aqui estão algumas empresas que aceitam novos revendedores:

 

Passo a passo para começar a revender hospedagem:

1 – Escolha a empresa de hospedagem
Você não precisa necessariamente escolher só uma, aqui é importante checar se a empresa possui segurança e disponibilidade do servidor, para garantir que você estará revendendo um bom produto. Alem disso, e importante verificar também se a empresa oferece o serviço de certificado de SSL, pois este e bem requisitado pelos consumidores de hospedagem.

2- Cria uma conta do Web Host Manager (WHM)
Quando você escolher a empresa fornecedora, vera que ela disponibilizara um painel de controle para que você gerencie sua vendas. Com ele, alem de revender hospedagem, você pode gerenciar também os sites dos clientes, o que acaba sendo uma opção extra de renda pois assim que vender você poderá oferecer também o seu serviço de gerenciamento.

3- Organize os planos de hospedagem que você ira revender e faca um plano de vendas
Hora de colocar a mao na massa, faca uma pesquisa dos produtos mais demandados pelo mercado e desenha as estratégias que utilizara para revende-lo. Pode ser no boca a boca, prospecções no LinkedIn, anal no youtube, geração de conteúdos para ajudar as pessoas que pesquisam duvidas no google. O importante e fazer o máximo para se destacar dos concorrentes e conseguir atrais os primeiros clientes.

4- Gerenciar suas cobranças
Cada empresa terá um sistema de gerenciamento diferente, e importante que você entenda as regras de cada uma delas e calcule seus custos com marketing e outras despesas de forma a definir metas de receita para cada mês e garantir a saúde financeira do seu negócio.

Para finalizar, listamos algumas vantagens de revender hospedagem de sites:

  • Baixo investimento, dá para começar com muito pouco

  • Possibilidade de criar sua própria empresa de hospedagem, que atuará como revendedora credenciada

  • Altamente escalável, você pode expandir facilmente os planos dos clientes conforme eles forem crescendo

  • Fornecedores fornecem processo automatizado de cobrança, permitindo com que uma única venda garanta lucros mensais da assinatura, sem que você se preocupe.

Criar um curso online ensinando algo no qual você seja bom em fazer

 Se você acredita que tem algo a ensinar para outras pessoas, isso ja e suficiente para que você usufrua dessa opção de renda extra na internet.

Etapa 1 – Planejamento

A primeira coisa que você precisa definir é o conteúdo do seu curso, quantas aulas serão necessárias? Quantos módulos e tópicos? Você fará apenas vídeos ou haverá material escrito? Vai gravar onde? Precisará chamar alguém para te ajudar?

É importante que você pesquisa também quem são seus alunos, quais suas preferencias e onde eles estão, para que você consiga ajustar sua comunicação para melhor atendê-los.

Outro ponto super importante e avaliar seus concorrentes, com certeza eles existem e estão em algum lugar. Entenda o que eles fazem, como são suas aulas, como eles vendem seus cursos. Mapeie seus pontos fortes e fracos e, com esses dados em mãos, defina a melhor estratégia para se destacar no seu nicho.

Etapa 2 – Produção do Conteúdo

Esse e o maior desafio e com certeza o que mais vai tomar seu tempo. Antes de começar a gravar, verifique as melhores praticas de gravação de videoaulas, quais os melhores programas para fazer a edição dos vídeos, bem como algumas dicas simples para fazer com que as suas videoaulas se tornem um sucesso.

Gravar videoaulas de qualidade é muito importante para que você consiga engajar seus alunos e fazer com que eles consigam absorver seu conteúdo da melhor maneira possível.  Como você estará no início e provavelmente vai começar gravando sozinho de sua casa mesmo, recomendamos que você escolhe pelo menos uma boa câmera. A Hotmart fez um ótimo guia para te ajudar com essa tarefa:

A qualidade do seu curso, tanto o conteúdo quanto a produção dos vídeos e materiais,  será FUNDAMENTAL para o seu sucesso, seus primeiros alunos devem ficar impressionados a ponto de indicar seu curso para outras pessoas. Na internet, é fundamental que voce construa boas referências, para fazer isso, nada melhor do que ter seus propôs alunos falando bem do seu curso.

Etapa 3 – Escolher uma plataforma de E-learning

Você já tem seu curso prontinho para ser consumido, agora só falta o passo final: conseguir uma boa plataforma para viabilizá-lo na internet. O ideal é que você busque no mercado uma plataforma LMS (Learning Management System) que ofereça todas as funcionalidades essenciais de um curso online: hospedagem dos vídeos, estruturação em módulos e tópicos, login e senha para alunos.

Aqui estão as melhores plataformas atualmente disponíveis no mercado:

 

1. Apollo (pago)

O Apollo é a plataforma EAD do Henrique Carvalho, criado do Viver de Blog. A ferramenta dá controle total ao produtor de conteúdo, permitindo uma experiência única aos seus alunos.

2. Hotmart (gratuito)

Produtores de conteúdo que optam pela Hotmart para disponibilizar seus cursos online podem utilizar o Hotmart Club, que possui uma interface intuitiva, é customizável e totalmente responsivo além de ter integrado o processador de pagamentos do Hotmart. A plataforma conta com mais de 1 milhão de usuários entre produtores e alunos.

4. Eadbox (pago)

A Eadbox é uma das plataformas EAD mais completas para hospedar gerenciar e vender cursos online. A ferramenta permite o controle da marca, dos dados dos alunos e de relatórios em um só lugar.

4. Moodle (gratuito)

O Moodle é uma das plataformas EAD mais antigas do mercado. Atualmente, conta com cerca de 70 mil usuários, entre universidades, empresas e escolas. Por ser um sistema open source, o moodle é totalmente customizável, possuindo uma grande variedade de plugins que permitem a adição de funcionalidades conforme você for precisando.

6. Samba Tech (pago)

O Samba Play é uma plataforma digital completa para a venda de conteúdos em vídeo na internet, sejam eles cursos, materiais educativos online, conteúdo on demand ou outros. Essa ferramenta faz com que você tenha um canal fechado, personalizável e pronto para fazer a venda do seus cursos, tanto no modelo atual quanto no modelo de assinaturas.

Publicar Livros/Ebooks na Amazon

Essa opção é para quem também tem algo a ensinar, como no tópico acima, mas por algum motivo não gosta da ideia de gravar videos. Nesse caso, você pode transmitir seus ensinamentos através de livros no formato digital (Ebooks).

“De cada 10 livros digitais vendidos na Amazon brasileira, três são de autores independentes”

Passo a Passo:

1 – Defina o tema do seu ebook

 

Esse tema vai depender diretamente da sua experiência, você deve escolher algo no qual se sinta confortável em escrever e que tenha potencial de agregar algum valor para os leitores. Mas não esquece de fazer uma breve pesquisa para entender se esse assunto de fato possui alguma demanda no mercado, se não existir nenhum publico para o tema escolhido, talvez valha a pena mudar de abordagem, se seu objetivo é ganhar dinheiro extra na internet, não faz sentido escrever sobre algo que ninguém ou pouca gente quer ler. Utilize google trens e o SEMRush para descobrir quais são os temas mais pesquisados e quais estão em crescimento.</>

2 – Defina deu Nicho

 

Estude os hábitos e gostos do seu leitor, você precisara entende-lo muito bem para que sua escrita seja a mais adequada possível. Lembre-se de mapear a concorrência, pesquise os termos relacionados ao tema que você escolheu e avalie o conteúdo das primeiras páginas que encontrar.

3 – Ilustre o Ebook

 

Esse é um ponto muito esquecido por autores independentes, mas que faz toda a diferença. As imagens tem o poder de favorecer a leitura e deixar seu conteúdo muito mais atrativo, sendo capaz de manter o leitor engajado e motivado. Para isso, você tem duas opções : Criar suas próprias ilustrações e utilizar seu arquivo pessoal, ou então procurar por imagens prontas em bancos na internet como o ShutterStock, Public Domain Photos ou o Free Digital Photos.

4 – Escolha o formato do seu Ebook

 

Os principais formatos são:

PDF : Estático, utilizado principalmente para versões impressas.

EPUB, MOBI ou AZW3: Dinâmicos, ideias para ebooks digitais que precisam ser responsivos para se adaptarem em diferentes dispositivos.

A Amazon possui um guia gratuito completo, que ensina você a formatar seu livro e converter para o formatos aceitos pela Amazon através do seu Microsoft Word.

5. Obtenha o ISBN para seu livro

 

Isso não é obrigatório, mas você pode obter o ISBN (International Standard Book Number) para seu livro, de forma a criar uma identificação única de sua publicação e edição.

Se o livro tiver 2 versões, perceba que você não deverá usar o mesmo ISBN da edição impressa. Além disso, é recomendado obter um ISBN para cada formato diferente que você comercializar de seu ebook.

6. Cadastre-se no KDP e Publique seu Ebook

 

Chegou a hora de subir seu livro na Amazon, para isso cadastre-se no KDP fazendo o login com seu usuário da Amazon Brasil.

7. Defina Como Você quer Ganhar Dinheiro

 

Existem 2 formas de ganhar dinheiro com seu Ebook na Amazon:

1. Direitos e preços: aqui você definirá em quais territórios seu ebook será publicado, a taxa de royalties e o preço do ebook em cada loja da Amazon mundial (se desejar, pode colocar o preço em dólar e deixar que a Amazon faça a conversão). Se você não inscreveu seu ebook no Kindle Select, você poderá publicá-lo nesta tela.

2. Kindle Select: esta etapa só aparece se você inscrever seu ebook no Kindle Select. O Kindle Select permite que você obtenha royalties maiores (70% contra os 35% normais) e seu ebook passa a fazer parte do catálogo do Kindle Unlimited automaticamente. No entanto, enquanto seu ebook fizer parte do Kindle Select, ele não poderá estar disponível para venda ou download em nenhum outro lugar a não ser na Amazon (a única exceção é para livros impressos).

Narrar livros em audio

Essa uma opção mais rápida, você não precisará de muito planejamento e poderá começar a ganhar dinheiro dentro de poucos dias. Para fazer um bom serviço, será necessário se atender a algumas técnicas narrativas: Tempo, Espaço, Enredo, Personagens, Clímax, Desfecho. É essencial que você pesquisa e entenda a função de cada um desses elementos para montar uma estrutura coerente de narrativa.

Antes de começar a narrar, pesquisa alguns audiobooks de referência ou autores renomados. Faça uma escuta criteriosa deles, avaliando as nuances da narrativa para que você possa comparar com a sua e avaliar se está fazendo um bom trabalho. Durante a narração, deixe uma garrafa de água por perto para garantir a hidratação de suas cordas vocais. Evite cafés e produtos lácteos (derivados do leite).

Outra dica legal é manter a postura, se estiver narrando sentado, mantenha a coluna reta e o queixo para fora. Mas existe também a possibilidade de realizar a narração em pé, opção que pode facilitar sua respiração, o que é de grande ajuda.

Encontrando Oportunidades

 

Existem sites especializados em conectar narradores com autores de livros, como o Ubook, mas a maioria das oportunidades acaba aparecendo nos sites comuns de trabalho freelance. Então vale a pena consultar plataformas como a Vintepila, Workana, 99freelas e outras já citados na seção sobre sobre trabalho com freelance

Quanto é possível ganhar?

 

O preço do seu serviço vai depender muito da sua qualidade e das suas referências, no começo será necessário cobrar mais barato que a média para conseguir os primeiros clientes, mas na medidas em que você adquirir experiência, poderá ir aumentando o preço.

Segue um exemplo de proposta encontrado em um site de freelance:

Até 30 Palavras………………………….. R$20,00

de 31 à 60…………………………………. R$40,00

de 61 à 90…………………………………. R$60,00

de 91 à 120……………………………….. R$80,00

Vender Sistema de Rastreamento Veicular

 Como todos já conhecem, o Brasil não é um país muito seguro para se ter um carro. Esse problema faz com que milhões de pessoas paguem seguros de forma a se protegerem de eventuais problemas com seus veículos.

Além dos seguros tradicionais costumam ser caros demais, por cobrir variadas circunstâncias como acidente, incêndio, danos e veículos terceiros, etc. Existe espaço para o mercado de rastreamento veicular, que é mais barato e dependendo pode até baratear um seguro tradicional caso o carro possua rastreador.

Existem diversas empresas que disponibilizam seus sistemas para revendedores, as principais são:

Cada uma terá regras específicas para sua atuação como revendedor. O ponto comum é que você precisará administrar seu negócio e de preferencia se formalizar como empresário. Para ganhar renda extra na internet, você poderá revender online pelas redes sociais por site próprio, porém em alguns casos você precisará oferecer suporte para seus clientes fazerem a instalação do sistema de rastreamento. Dessa forma, o ideal é que você possua um espaço físico em sua casa para receber os carros dos clientes.

Ganhando Dinheiro

 

Para ganhar dinheiro, você precisará calcular seus custos e definir um valor sustentável de mensalidade. Os fornecedores geralmente cobram um valor fixo mensal para cada rastreador cadastrado no sistema de rastreamento, sua tarefa será adicionar sua comissão em cima desse valor. Por exemplo: Se o fornecedor cobra R$20 / mês para cada rastreador instalado e você vende a assinatura por um preço final de R$ 60 / mês, vai conseguir ganhar R$ 40 / mês para cada cliente ativo. Se você tem um custos de R$ 400 mensais para manter seu negócio, por exemplo, vai precisar de ter acima de 10 clientes ativos para começar a lucrar.

Corretor de AirBNB

Conhece alguém que tem uma bela casa mas tem muita dificuldade de alugar? Com certeza em sua cidade devem existir imóveis nessa situação. Nesse caso, você pode negociar com o proprietário desse imóvel para gerenciar a casa dele no AirBNB, pois geralmente os proprietários não possuem tempo ou motivação para ficar gerenciando a casa deles com alugueis sazonais.

A rentabilidade desse mercado pode ser muito alta dependendo da cidade, tanto que pode acabar indo além da renda extra e abrir novas possibilidades de profissão, conforme você pode conferir nessa matéria do estadão.

Para testar esse modelo e ganhar dinheiro, você pode começar apenas com um imóvel, ver se é rentável e ir aumentando sua carteira de gerenciamento aos poucos.

Dicas Úteis

 

* Fechar e abrir disponibilidade do imóvel nos sites de anúncio a cada nova reserva;

* Responder emails e mensagens de possíveis hóspedes e hóspedes prontamente. Assim, você não perde a reserva ou desagrada o hóspede. O ideal é ter modelos de resposta para aumentar a produtividade e organização na caixa de entrada;

* As faxinas precisam ser organizadas a cada brecha de check-in e check-out;

* Planeje horários de check-in e check-out;

* Mantenha a organização com a reposição de mantimentos de cada imóvel;

* Organização financeira é fundamental. Lembre-se que você vai precisar pagar os sites de anúncios, donos dos imóveis e prestadores de serviço.

Atualmente, existem até cursos ensinando as melhores práticas do serviço. Basta procurar por “air bnb” em paltaformas com a Udemy, por exemplo, que você encontrará diversos cursos. Infelizmente a maioria dos cursos ainda estão disponíveis apenas em inglês, mas conseguimos encontrar um muito com em português, chamado super anfitriões.

Ganhando Dinheiro

 

O principal ponto para ganhar dinheiro na internet com esse modelo de trabalho é garantir que o imóvel que voce administra esta ocupado o máximo de dias possível, para isso que existem os cursos mostrando as melhores formas de posicionar o imóvel no air bnb, como tirar as fotos, o que colocar na descrição, como encontrar os melhores lugares, entender a preferencia dos consumidores, trabalhar a decoração interior do imóvel, etc.

Outro ponto importante é fazer a otimização dos preços de cada dia de hospedagem conforme a flutuação da demanda. Atualmente, existem plataformas que monitoram os concorrentes e avisam automaticamente quando um dia está com alta ou baixa demanda, permitindo com que você saiba exatamente quando pode aumentar seu preço e quando precisará diminí-lo para garantir a ocupação do imóvel.

Trabalhar com Food Styling

Gosta de comida? Food styling é a arte de tornar um alimento visualmente atraente com o fim de se gerar uma imagem fotográfica ou uma cena de vídeo do mesmo. É preciso transmitir da melhor forma, por meio de uma imagem, o seu sabor e textura.

Muitas empresas que trabalham com receitas qualquer outra coisa relacionada á culinária, precisam desse serviço para ilustrar seus conteúdos, sejam eles ebooks, vídeos no youtube, posts no facebook, Instagram, imagens para sites, banners, folders, outdoors, etc.

A pessoa que faz food styling se diferencia do fotógrafo pois ela é um profissional que conhece e reconhece as características do alimento, as valoriza e também prepara a montagem e decoração de cada prato.

Para você entender melhor como esse trabalho, é feito, confira esse vídeos de bastidores do mcDonald`s:

Antes de começar esse trabalho, procure por referências para entender como eles se posicionam e vendem seus serviços. No Instagram existem muitos perfis, desses profissionais, como o do Beto Auge.

Após entender como o mercado funciona e como os serviços são negociados, começo prospectando clientes no LinkedIn e em sites de freelance, ou mesmo no boba a boca em sua cidade. Com os primeiros clientes, você conseguira construir seu portfólio para ir ganhando credibilidade no mercado. É muito importante que você exiba seu trabalho em suas redes sociais e mostre que de fato entrega um serviço de qualidade, pois clientes mais exigentes vão querer ter essa garantia.

A quantidade de dinheiro que você conseguirá ganhar vai depender totalmente de você, sendo bem variável dependendo das suas habilidades de negociação e do seu nível de serviço.

Fazer gestão de investimentos

Essa opção é para quem possui familiaridade ou tem interesse em aprender sobre o mercado de investimentos. No Brasil, há cerca de 3 mil profissionais nesse ramo. Os agentes autônomos de investimento, nome dado pela CVM a esse profissional após verificar que ele preenche as condições de atuação, explicam aos clientes o funcionamento de aplicações financeiras como ações, renda fixa, fundos de investimento, fundos imobiliários, derivativos, contratos futuros dentre outros.

Em média, a receita anual de um agente autônomo varia entre 0,6% e 1,5% de todo o dinheiro que ele capta. Um profissional bem-sucedido que consiga montar uma carteira de clientes que, juntos, tenham um patrimônio aplicado de R$ 50 milhões, por exemplo, poderá alcançar uma remuneração anual de até R$ 750 mil. Captar tanto dinheiro, no entanto, é só para os melhores.

Um profissional realmente bom nesse setor pode ganhar de 0,6% à 1,5% por ano de dinheiro que ele gerencia. Isso significa que se você conseguir montar uma carteira de clientes com patrimônio total de R$5 milhões aplicados, por exemplo, conseguirá uma remuneração em torno de R$ 75 mil anuais. Mas não se engane, chegar em uma carteira com esse valor de patrimônio vai levar tempo e requerer bastante estudo da área.

Educação formal não é uma exigência nessa área, mas tirar algumas certificações pode ser necessário para que você consiga ser respeitado no mercado. Na internet existem infinitos cursos em materiais para estudo, a parte difícil e conseguir selecionar os melhores. Procure seguir pessoas influentes na área, como Tiago Reis, e utilize muito o youtube para se atualizar e aprender coisas novas pois o mercado é muito dinâmico.

Atuação

O jeito mais fácil de iniciar sua carreira e encontrar alguma forma de parceria com gestoras já consolidadas no mercado, dessa forma você conseguirá clientes com maior facilidade devido à reputação já consolidada da marca gestora. Caso queira saber mais, separamos esse artigo da Infomoney que da dicas sobre a carreira.